Autor Pryscylla

porPryscylla

Vamos falar sobre o Coronavírus.

O que é um Coronavírus?

É um vírus que tem causado doença respiratória pelo agente coronavírus, recentemente identificado na China. O coronavírus são uma grande família viral, conhecidos desde 1960, que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais. O coronavírus causam doenças respiratórias leves e moderadas, parecido com um resfriado comum.

Sua forma de transmissão

A apuração sobre a transmissão da doença ainda está em andamento, a propagação ocorre de pessoa para pessoa, sendo transmitido através do contato. A transmissão costuma correr pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:

  • Gotículas de saliva;
  •  Espirro;
  • Tosse;
  • Catarro;
  • Contato pessoal, como aperto de mão ou toque;
  • Contato com objetos contaminados;

Os sintomas

Os sinais e sintomas clínicos são principalmente respiratórios, como:

  • Febre;
  • Tosse;
  • Dificuldade para respirar;

As formas de prevenção

O ministério da saúde, aconselha a manter a alguns cuidados básicos para reduzir o risco de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o Coronavírus. Entre os cuidados, estão:

  • Lavar as mãos frequentemente;
  • Cobrir o nariz e boca quando espirrar ou tossir
  • Usar lenço descartável;
  • Evitar contato com pessoas que sofrem problemas respiratórios;
  • Não compartilhar materiais de uso pessoal;
  • Manter os ambientes ventilados;

O tratamento

Ainda não existe um tratamento específico para a doença, é indicado repouso e consumo de muita água, além de algumas medidas adotadas para aliviar os sintomas como o uso de medicamentos para dor e febre.

Assim que os primeiros sintomas surgirem, é fundamental procurar ajuda médica imediata para confirmar o diagnóstico e começar o tratamento.

 

Fonte: Uol Notícias.

porPryscylla

Curso livre de Capacitação em Cuidador de Idosos.

Curso livre de Capacitação em Cuidador de Idosos.

Para cuidar de idosos requer dedicação, capacitação e respeito. E nós que fazemos parte da Coopestar estamos disponíveis para auxiliar você neste crescimento. Inscreva-se em nossos curso de capacitação em cuidadores de idosos e saia na frente.⁣

E para você que se interessou, realizando a inscrição até o dia 14 de fevereiro, você receberá um desconto especial, não perca tempo, garanta já sua vaga!⁣

Informações referente ao curso:

  • Aulas práticas e teóricas com profissionais de psicologia, enfermagem e bombeiro civil;
  • Duração: 60 horas
  • Aulas de segunda a sexta-fera;
  • Horário: 13:00 as 17:00 horas;
  • Coffee breack e material incluso

Turma prevista para inicio dia 09 de março.

Para maiores informações entrar em contato através do número: 3040-1849.

 

porPryscylla

Fevereiro roxo e laranja, o mês de alerta as doenças: Lúpus, Fibromialgia, Mal de Alzheimer e Leucemia.

Durante todo o mês de fevereiro, as cores roxa e laranja foram utilizadas em diversos meios de comunicação, com o objetivo de atentar para a conscientização e combate de algumas doenças. Organizações ao redor do mundo têm utilizado da variedade das cores para promover causas e campanhas que merecem destaque durante os meses do ano. O mês de fevereiro não seria diferente e traz duas cores fortes para conscientizar as pessoas sobre os cuidados com a saúde. Entenda um pouco mais sobre as cores escolhidas para este mês e suas respectivas doenças. 

A cor roxa foi escolhida para a conscientização do Lúpus, da Fibromialgia e do Mal de Alzheimer. A tríade, composta por duas doenças autoimunes e uma degenerativa onde possui grande relevância, principalmente por serem doenças silenciosas e de progressão gradual.

Lúpus

O Lúpus é caracterizado como um distúrbio crônico que faz com que o organismo produza mais anticorpos que o necessário para manter o organismo em pleno funcionamento. Os anticorpos em excesso passam a atacar o organismo, causando inflamações nos rins, pulmões, pele e articulações. Fatores de risco para o Lúpus são o excesso de exposição aos raios ultravioletas, além do uso de anticoncepcionais e histórico familiar positivo para a doença. Alguns dos sintomas do Lúpus são dores nas articulações, febre, queda de cabelo, manchas avermelhadas (em especial no rosto, pescoço, peito e cotovelos) e feridas na boca.

Fibromialgia 

A Fibromialgia é uma síndrome clínica que se manifesta com dores em todo o corpo, principalmente na musculatura. A fibromialgia causa sintomas como: fadiga, sono, alteração de memória e atenção, ansiedade, depressão e alterações intestinais. O diagnóstico da fibromialgia é clínico, não é necessário exames para comprovar que ela está presente.  A doença pode aparecer depois de eventos graves como um trauma físico, psicológico ou mesmo uma infecção. O mais comum é que o quadro se inicie com uma dor localizada crônica, que progride para o corpo todo. O motivo pelo qual pessoas desenvolvem a doença ainda é desconhecido. A doença não tem cura e a medicina ainda não entende como a doença opera dentro do corpo humano. Sabe-se que, sem o tratamento, ela pode evoluir para uma incapacidade física e limitação funcional, complicações com bastante impacto sobre a qualidade de vida do paciente. Ainda assim, como o tratamento, que envolve o uso de medicamento e a práticas de terapias, como fisioterapia e acupuntura, é possível que o paciente tenha uma melhora significativa na sua qualidade de vida.

Mal de Alzheimer

Alzheimer é uma doença progressiva que destrói a memória e outras funções mentais importantes, com o passar do tempo ela também afeta o comportamento e a personalidade. O começo da doença é gradual, é difícil notar quando de fato a doença está começando a afetar a vida de uma pessoa. Entretanto, os sintomas iniciais e mais comuns são:

  • Ter problemas com a fala (problemas de linguagem)
  • Não saber a hora ou o dia da semana
  • Se perder em locais familiares
  • Mudança de humor, depressão ou ansiedade
  • Apresentar perda de interesse em algumas atividades.

A família precisa estar atenta e, se identificar algo incomum, deve levar o idoso à unidade de saúde mais próxima, para que possa ser tratado adequadamente.

O mês de fevereiro também é marcado como o mês de combate à leucemia, um tipo de câncer maligno que atinge a medula óssea. A campanha “Fevereiro Laranja” visa conscientizar a população sobre a importância de atentar para os sintomas relacionados à doença, cuja estimativa do Instituto Nacional de Câncer é de mais de 10 mil novos casos. O tratamento para leucemia pode ser complexo, dependendo do tipo de leucemia e outros fatores. No entanto, existem estratégias e recursos que podem ajudar a tornar o seu tratamento bem sucedido.

Estamos falando de doenças que requerem uma atenção especial, por isso, as campanhas deste mês são tão especiais, porque com a informação adequada, tanto a pessoa que sobre com a doença como os seus familiares conseguem perceber os sintomas, caso eles comecem a aparecer. E os seus respectivos tratamentos ganham maior eficácia quando o diagnóstico é feito nos estágios iniciais.