Autor Pryscylla

porPryscylla

6 dicas para deixar a casa de um idoso segura

A casa de um idoso deve ter uma atenção especial, pois pequenas modificações podem fazer a diferença, para que eles fiquem mais seguros e acidentes domésticos sejam evitados. A autonomia é importante para melhorar o bem-estar e qualidade de vida do idoso. Por isso, separamos algumas dicas para que você deixe a casa ainda mais segura.

– Barras de segurança: Coloque barras de segurança no banheiro. Uma perto do vaso sanitário e outra dentro do box do chuveiro. Elas auxiliam na realização de movimentos que precisem de apoio. Se achar necessário, coloque também um banco para que ele se sente enquanto toma banho.

– Tapetes Antiderrapantes: os ambientes da casa onde tem tapete, lembre-se sempre de usar os antiderrapantes, pois eles aderem ao chão impedindo que o tapete se mova e o idoso escorregue.

– Objetos ao Alcance: mantenha tudo no alcance das mãos, para que o idoso não precise realizar um esforço extra tentando alcançar algo no alto ou precise ficar abaixando para pegar algo como um calçado.

– Caminho Livre: deixe os móveis dispostos de uma maneira que deixe o caminho do idoso livre, facilitando assim a sua locomoção.

– Escadas e Corrimões: escadas e degraus devem sempre ter a fita antiderrapante e o corrimão para a segurança do idoso.

– Ambientes Iluminados: a iluminação dos ambientes também é muito importante para que o idoso veja por onde está andando e assim evite quedas ou bater em algum objeto durante a noite. Por isso, tenha sempre um abajur ao lado da cama ou deixe uma luz acesa para quando o idoso precisar levantar durante a noite.

Esses cuidados vão permitir maior autonomia ao idoso e segurança dentro de casa. Eles merecem todo cuidado e atenção, então veja essas modificações como algo bom, pois vão melhorar o dia a dia e aumentar o bem-estar do idoso.

 

porPryscylla

Programa de qualidade de vida no trabalho – Outubro Rosa

O outubro Rosa é uma campanha anual realizada mundialmente, com a intenção de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce com câncer. A mobilização visa também à disseminação de dados preventivos e ressalta a importância de olhar com atenção para a saúde, além de lutar por direitos como o atendimento e o suporte emocional, garantindo um tratamento de qualidade.

Durante o mês, diversas instituições abordam o tema para encorajar mulheres a realizarem seus exames até os disponibilizam. Iniciativas como estas são fundamentais para a prevenção, visto que os estágios iniciais, a doença é assintomática.

PREVENÇÃO DA DOENÇA

A prevenção do câncer de mama baseia-se no autoexame mensal e na realização de mamografia a cada dois anos, especialmente, em mulheres acima de 530 anos. No entanto, o controle dos fatores de risco também é eficaz. O estímulo aos fatores protetores é importante devido ser por meio deles ser possível reduzir o risco de desenvolver a doença. Além do controle de peso corporal e consumo de bebidas alcoólicas, recomendações de especialistas na prevenção da doença.

SINAIS DE ALERTA

O sintoma mais comum do CANCÊR DE MAMA é o aparecimento de nódulo, geralmente endurecido. Podem também surgir linfonodos palpáveis na axila. Outros sinais são:

– Alteração na assimetria

– Desvio ou inversão do mamilo

– Alteração na cor do mamilo

– Vermelhidão na mama ou no mamilo

– Secreção transparente, rosada ou avermelhada.

8 FATORES DE RISCO DO CÂNCER DE MAMA

1 – Mama densa;

2 – Não ter filhos;

3 – Obesidade ou excesso de peso corporal;

4 – Ter engravidado acima dos 30 anos;

5 – Falta de atividade física;

6 – Não ter amamentado;

7 – Histórico de câncer de mama na família;

8 – Uso de hormônios em excesso (anticoncepcional) ou terapia longa de reposição hormonal.

               

porPryscylla

Curso – Capacitação em Flebotomia

SE LIGA NESSA NOVIDADE!!

Está aberta as inscrições para o CURSO DE FLEBOTOMIA!

O curso irá lhe preparar para realizar procedimentos de punção venosa com qualidade e técnica adequada, com o objetivo de administrar medicamentos, sangria e coleta de exames em pacientes com acesso venoso difícil.

O profissional preparado e bem qualificado aumenta suas chances de contratação, com a formação em flebotomia você está apto para trabalhar em laboratórios hospitais e bancos de sangue! Garanta sua vaga, faça já a sua inscrição.

Para maiores informações, entre em contato através do número: 3040-1849 ou pelo nosso WhatsApp: 98467-0140

Informações do curso:

  • Carga horária: 80h (50h Teórica + 30h Prática/Estágio)
  • Material didático incluso
  • Certificação ao concluir o curso
  • Cooffe breack
  • Duração de 3 semanas
  • Aceitamos cartões

Venha se qualificar!

porPryscylla

Dicas de higiene para o idoso

Existem diversas formas de melhorar a qualidade de vida na terceira idade. Alimentação, exercícios, cuidados com a mente e o ambiente que se vive de acordo com a necessidade. Existe também um outro aspecto que deve ser sempre lembrado: a higiene pessoal. A higiene pessoal é uma aliada na proteção do corpo, poque ajuda a eliminar agentes patológicos do corpo, como também ajuda a manter a autoestima da pessoa idosa.

 

Selecionamos algumas dicas para melhorar a higiene da pessoa idosa.

 

– Banho: O banho é um momento muito importante para qualquer pessoa. Para os idosos, esse momento pode acontecer de várias formas. Se houver a possibilidade de tomar o banho sozinho, é um momento de relaxar a tensão e cuidar de si mesmo, o que promove a sensação de autonomia. No caso de idosos que precisam toar banho no leito ou com a ajuda de alguém, é importante respeitar as indicações do médico relacionadas a cada condição.

 

– Cabelos e barba: Cuidar dos cabelos e da barba é muito importante para manter a autoestima dos idosos e gerar confiança, além de poder ser um momento de interação muito carinhoso, caso o idoso precise de ajuda para realizar a tarefa. Limpar os cabelos e o couro cabeludo ajudam a manter a higiene.

 

– Higiene bucal: As escovações diárias previnem infecções e mau hálito, além de refrescarem a boca do idoso, que poderá sentir mais gostos, auxiliando no processo de alimentação.

 

– Ambiente: Não adianta deixar o ambiente adaptado a segurança, se o ambiente não for bem higienizado com frequência. A limpeza da casa ajuda a manter a higiene do corpo e proporciona conforto ao idoso, em um local limpo e aconchegante. A limpeza ajuda a evitar agentes patogênicos, assim como o banho.

porPryscylla

Conheça o Conexão Coopestar! Nosso canal no YouTube.

É com bastante alegria que compartilhamos mais um projeto, o CONEXÃO COOPESTAR Falando sobre, nosso canal no YouTube.

Criamos este canal com o objetivo de promover conteúdos relacionados a área da saúde e cuidado com a pessoa idosa. Através dele você também conhecerá um pouco mais sobre Cooperativa e nossos trabalhos realizados diariamente.

Convidamos você a se inscrever e compartilhar com seus amigos o nosso canal! Nos vemos por lá.

Link para inscrição:

http://bit.ly/conexão_coopestar

porPryscylla

Novas turmas para o curso de Cuidador de Idosos

Durante este período de pandemia vimos a necessidade de nos qualificarmos em nossa vida profissional. Enxergando esta necessidade e seguindo os protocolos e a autorização do governo do estado de Pernambuco, estamos iniciando novas turmas para o curso de CUIDADOR DE PESSOAS IDOSAS.


Se você tem interesse em se qualificar na área de Cuidador de Idosos, aproveite a oportunidade e realize já a sua inscrição. Para maiores informações entrar em contato através do número: 3040-1849.

Informações sobre o curso:
– Data de previsão em 24/08/2020
– Duração de 3 semanas
– Material Incluso
– Coffe Breack nos intervalos
– Aceitamos cartões.
– Certificado de capacitação

Corre e garante a tua vaga, vagas limitadas! Venha se qualificar para o mercado conosco.

Contato: 3040-1849
E-mail: marketing@coopestar.com.br

porPryscylla

7 Atividades para realizar com o Idoso

Cuidar de um idoso envolve várias funções e uma das mais importantes é ajudar o idoso a encontrar atividades que o mantenha ativo. Manter o idoso ativo traz muitos benefícios como a socialização, bem-estar e autoestima.


É importante estimular o idoso a fazer atividades, aquelas que podem ser realizadas sozinhas ou em grupo, que ajuda na manutenção de sua saúde física e mental. Envelhecer é algo irremediável, mas um cuidador ou técnico pode ajudar o idoso a fazer atividades que o mantém ativo e feliz.


Listamos sete sugestões de atividades que podem ser realizadas com a maioria dos idosos.


1 – Praticar jogos de mesa e tecnológicos;
2 – Fazer alongamentos e ginástica;
3 – Criar algo novo;
4 – Restaurar algo antigo;
5 – Cuidar de uma horta;
6 – Ouvir música;
7 – Conhecer novos lugares.

Você sabe ou realiza alguma outra atividade que pode ser realizada com um idoso? Compartilha nos comentários.

porPryscylla

Programa de Qualidade de Vida no Trabalho – Agosto Laranja

Programa de Qualidade de Vida no Trabalho – Mês de conscientização a Esclerose Múltipla.

Desde 2006 o Brasil celebra no dia 30 de agosto, o DIA NACIONAL DE CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE ESCLEROSE MÚLTIPLA. A data foi resultado do esforço da Associação Brasileira de Esclerose Múltipla para dar mais visibilidade à doença e seus impactos na vida das pessoas. Por isso, o agosto laranja é considerado o mês de conscientizar os brasileiros sobre essa doença e a importância de sua prevenção.

O que é Esclerose Múltipla?

A EM é uma doença neurológica, crônica e autoimune, ou seja, as células de defesa do organismo atacam o próprio sistema nervoso central, provocando lesões cerebrais e medulares. Embora a sua causa da doença ainda seja desconhecida, a EM tem sido foco de muitos estudos no mundo todo, o que têm possibilitado uma constante e significativa evolução na qualidade de vida dos pacientes. Os pacientes são geralmente jovens, em especial mulheres de 20 e 40 anos.

Você sabia que existem 4 tipos diferentes de EM?

É muito comum os médicos afirmarem que a EM é diferente para cada paciente, pois os sintomas quase nunca são os mesmos. Mas não só por isso. Na verdade, existem 4 tipos diferentes da doença.

  • ESCLEROSE MÚLTIPLA  RECORRENTE-REMINENTE (EMRR)
  • ESCLEROSE MÚLTIPLA SECUNDÁRIA PROGRESSIVA (EMSP)
  • ESCLERORE MÚLTIPLA PROGRESSIVA PRIMÁRIA (EMPP)
  • ESCLEROSE MÚLTIPLA PROGRESSIVA RECORRENTE (EMPR)

Como é feito o diagnóstico?

Pela enorme variedade e desaparecimento espontâneo, em muitos casos, dos sintomas iniciais, o diagnóstico de um paciente com esclerose múltipla pode ser muito difícil. Em geral, os principais médicos a serem procurados variam de acordo com o sintoma apresentado. Para diagnosticar a EM o exame mais confiável é a ressonância magnética de imagem, que permite identificar a doença ainda em seus estágios iniciais. Mas para ser assertivo, é preciso muito mais do que isso. Outros testes que podem ser realizados são:

  • TESTE DE FUNÇÃO NEUROLÓGICA (Caminhada, força, reflexos e sensibilidade ao toque);
  • PUNÇÃO LOMBAR PARA ANÁLISE DO LÍQUIDO CÉREBRO-ESPINHAL (liquor);
  • EXAMES DE SANGUE PARA EXCLUIR DOENÇAS.

Como é feito o tratamento?

Infelizmente, ainda não existe cura para a Esclerose Múltipla. Mas ela pode ser controlada, permitindo que os pacientes vivam com qualidade por muitos anos. Por se tratar de uma doença inflamatória que destrói a bainha de mieline, com manifestações que vão e voltam, o tratamento tem dois objetivos principais: reduzir o número de surtos e o acúmulo da incapacidade. Atualmente existem diversos medicamentos que auxiliam no tratamento de pacientes com EM, conhecidos como Terapias Modificadoras da Doença (TMD).

O tratamento escolhido vai depender principalmente da característica da doença, por isso é extremamente importante conversar sempre com o neurologista para avaliar a melhor opção. Mas o tratamento da Esclerose Múltipla não deve ser feito apenas com medicamentos. Associado ao tratamento farmacológico, deve acontecer um tratamento complementar que abrange outras necessidades, como: fisioterapia, fonoterapia, terapia ocupacional e apoio psicológico.

porPryscylla

Estimulação cognitiva para idosos.

A estimulação cognitiva para idosos pode auxiliar na recuperação da independência da pessoa assistida. Cuidadores devem incluir atividades na rotina dos idosos. Algumas atividades, desde a mais básica, são importantes para manter as funções que vão se prejudicando com a idade. Os nossos sentidos, a nossa memória, a capacidade de abstração, de criar e organizar as ideias são as principais atividades cerebrais que se alteram com a velhice.

De modo geral, a estimulação cognitiva para idosos pode ser efetuada através de algumas atividades conduzidas pelo cuidador, com a intenção de exercitar o raciocínio e a memória. Tudo irá depender das capacidades preservadas pelo assistido para determinadas atividades.

Algumas atividades que podem ser feitas para a estimulação cognitiva são:

• Jogo da memória;
• Responder perguntas sobre sua vida passada (nomes, lugares, datas);
• Dar nome a objetos, partes do corpo, dias da semana, meses, estações, fatos históricos, datas comemorativas;
• Leitura de textos curtos seguida de questionamentos sobre acontecimentos, personagens e o que eles faziam no contexto;
• Repetir uma sequência de letras, palavras ou números.

Busque sempre praticar alguma destas atividades com o idoso assistido, assim você ajudará a desenvolver melhor suas funções básicas diárias.